Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

O Pão Baguete e a Revolução Francesa

A Origem da Baguete

A baguete, com seu formato alongado e casca crocante, é mais do que um simples pão. Ela é um símbolo da França, uma testemunha silenciosa dos eventos históricos que moldaram o país. Durante a Revolução Francesa, o povo ansiava por igualdade, liberdade e… pão! Sim, pão era essencial para a sobrevivência e também para a revolução.

O Pão do Povo

Os padeiros parisienses, enfrentando escassez de farinha, criaram a baguete como uma solução prática. Seu formato alongado permitia que mais pessoas fossem atendidas com menos massa. Além disso, a baguete assava rapidamente, economizando tempo e recursos. Era o pão do povo, a resposta à fome e à agitação nas ruas.

O Truque da Crosta Crocante

Agora, sobre o truque para manter a crosta crocante: é simples, mas eficaz. Assim que você trouxer sua baguete para casa, retire-a da embalagem e deixe-a respirar. A crosta adora ar fresco! Se possível, coloque-a em um suporte ou cesto de pão, não em um saco plástico sufocante. E, claro, evite guardá-la na geladeira – isso só deixará a crosta triste e murcha.

A Baguete Hoje

Hoje, a baguete continua a ser amada em todo o mundo. Ela acompanha queijos, vinhos e até mesmo um simples patê. Seu formato icônico nos lembra da resiliência do povo francês e da importância do pão em nossa cultura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá! Posso ajudar?
Rolar para cima